Os Miseráveis – Fatos Históricos

Como o Bruno mencionou no post anterior, nós estamos inaugurando uma nova categoria aqui no OBA. Os Dois Pontos é um espaço para se expor dois pontos de vista diferentes da mesma obra, sejam elas opostas ou não. E para inaugurar escrevi um post sobre os fatos históricos dos Miseráveis. Vamos lá.

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis07

Os Miseráveis é uma das obras mais famosas do escritor francês Victor Hugo, por isso ao longo dos anos ganhou diversas adaptações para  teatro e cinema em forma de musical. A versão de 2012 traz um elenco de peso, cenários fabulosos e um jeito de filmar diferente.

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis01

O musical se passa entre 1815 e 1832, período de extrema pobreza, instabilidade e descontentamento social. Hugo viveu bem essa época e retratou na obra os fatos mais marcantes dessa sociedade bem como seu próprio posicionamento político. Como obteve prestígio muito cedo não sofreu os desalentos dos pobres da época, no entanto era contra os preceitos da monarquia bem como dos pensamentos comunistas, acreditava piamente no crescimento através do trabalho, coisa que ele mesmo viveu e coloca no personagem principal Jean Vanjean e em Javert, que apesar de ter um papel de “vilão” ao perseguir Jean Vajean, seus motivos são justificados.

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis06

No início do filme, em 1815 a Batalha de Waterloo é o plano de fundo da história, onde a França comandada por Napoleão é derrotada; a monarquia volta ao poder e a França é obrigada a pagar grandes multas e penalidades aos vencedores, o que deixa sua economia e a nação na miséria. Com esse contexto histórico vemos todas as mazelas e tristezas da vida cotidiana e uma grande crítica social.

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis04

Conforme passam os anos mais fatos sociais marcam a obra, enquanto Jean Valjean foge com Cosette temos outro fato importante: o rei Carlos X é deposto com a Revolução de 1830 e dá lugar a Luís-Filipe. Nesse clima de vitória e revolução abrem-se as cortinas para os fatos de 1832 onde o povo ainda sofre, estudantes fazem novo levante e é nesse contexto de barricadas e da tentativa de nova guerra civil que Cosette conhece Marius, que abandonou a burguesia e se voltou às lutas armadas. Em uma das letras da música há uma clara referência a Revolução de 1830 quando Gavroche canta que já derrubaram um rei, veio outro e os pobres continuam na miséria.

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis08

Segundo ponto que gostaria de salientar é a filmagem do musical. Bem, é sabido que para fazer um áudio bom os atores primeiro gravam as músicas e depois encenam a cena fazendo a dublagem, mas nesse filme o áudio foi gravado durante a própria cena, dando veracidade e uma carga emocional bem maior. Ficou maravilhoso!

O_Bonde_Andando_Os_Miseráveis05

Apesar da obra original ser enorme, a adaptação para as telonas conseguiu mostrar a grandiosidade da história, as características dos personagens marcantes e o drama que os envolvem. Incrível!

Neste link você pode conferir Os Dois pontos que o Bruno fez sobre Os Miseráveis!

 

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Os Miseráveis « O Bonde Andando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: